30 de janeiro de 2011

Queria viver no mundo do Chaves

Um mundo onde uma criança moradora de rua vive feliz, onde um inquilino sem condições não é despejado por não pagar meses de aluguel, que nem por apanhar freqüentemente, levanta a mão para uma mulher, onde crianças brincam no pátio sem se preocupar com algo que possa vir a acontecer, onde a diversão na TV é um simples concurso de miss ou o filme do Pelé, sem o sensacionalismo e a putaria atual, onde uma vizinhança inteira que mesmo com suas diferenças e discutições, conseguem demonstrar carinho em uma viagem para Acapulco, ou no dia de San Valentin, onde um carteiro não é atacado diariamente por cachorros, onde não há uma demonstração de racismo ou qualquer outro preconceito, onde um ladrão rouba apenas um ferro de passar e depois o devolve, onde existe humildade a ponto de uma celebridade pedir um macaco emprestado, onde a única pessoa que anda armada é com uma marreta biônica e a única droga consumida são pílulas de nanicolina.

8 comentários:

  1. Seria tão bom se tudo fosse assim né??

    Aiai.. Também queria viver nesse mundo!!!


    Amo chaves!! O post ficou muito criativo!! amei!!


    Obrigada pela visitinha ao meu blog. Estou seguindo o seu cantinho, ok?

    Bjãooo

    ResponderExcluir
  2. Bem interessante seu ponto de vista. ;D
    retribuindo a visitinha.

    http://apeenas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ah, Jaque, fico feliz por tua visita em meu blog.

    Olha, seria mesmo muito bom viver no mundo do Chaves, mas nós podemos viver assim... Querer é o primeiro passo!

    Adorei seu blog.

    Beijos **

    ResponderExcluir
  4. Me too!

    O mundo do chaves é um mndinho tão inocente e sem maldades não é?

    bjinhos

    ResponderExcluir
  5. Se tens algum interesse por fotografia, visita este blog (http://passarotempocomfotografias.blogspot.com/) e deixa opinião. Agradeço que sigam e fiquem atentos a novas fotos !
    Muito obrigada :)

    ResponderExcluir
  6. Vc escreve mt bem, ótima sacada!!! Chaves é um tipo de humor sem apelação, ingênuo, simples... resumindo cheio de valores q não se acha mais por aí.
    Bjuus

    ResponderExcluir